segunda-feira, 11 de dezembro de 2017


Floresço, me dou o direito de sempre renovar, trocar as pétalas fracas já cansadas por outras novas, cheias de vigor, fortes para aguentar os maus tempos da vida. Eu me faço ser colorida, e coloro quem está ao meu redor. Enquanto puder serei flor, serei a delicadeza e o encanto de tudo aquilo que traz vida para a vida. Serei amor. 

Te agradeço  pelas inúmeras vezes que você me enxergou melhor do que eu sou. Pela sua capacidade de me olhar devagar, já que nessa vida muita gente já me olhou depressa demais. Quero brilhar nos teus olhos toda vez que você me olhar flor, cheiro e cor.

Porque o bom é viver para desenhar na vida das pessoas momentos lindos e dignos de serem lembrados (e ter na mente. (Bandys)

sábado, 2 de dezembro de 2017


Preciso de todas as fantasias
de todas as presenças
do silêncio dos ecos
e das ausências
Que passeiam em mim,

Soprem ventos as minhas metades enfeitadas de nada.
Meus olhos perdidos são achados nos seus. Mãos vazias.
Do fundo, dentro, dentro sopram vendavais, e apenas silêncios
me chegam a alma. Ondas do mar me trazem o dia. E meus lábios
tornam-se inspiração da poesia que meu corpo te dedica. (Bandys)

domingo, 26 de novembro de 2017


Conheço os fracassos de mim,
das tentativas errôneas que
eu claramente consigo criar..
Das cicatrizes fechadas que precisei costurar.
Do coração quase parado que ordenei palpitar.
Dos olhos sem vida que ousei aclamar.
Do choro caído, engolido que noticiei soluçar,
Do corpo tremido jogado onde fui me tocar..
Da prisão da alma que vi lastimar
Da entrega total pra me soltar.. Libertar.

..hoje conheço minhas virtudes e liberdades
 o amor brotou no meu despertar.(Bandys)♥

domingo, 19 de novembro de 2017


Troco sonhos e lembranças
pelo tempo de chegar
descalça no teu sorriso..
E sobre flores e folhas
de um outono nosso
escrevo palavras doces
que se agarram ao futuro...
Desenho promessas
na tua janela.
Suavemente toco uma musica
num violão inventado e em
cordas de esperança
renasço em acordes..
Abraço os teus beijos suaves
no vento derramo
harmonia perfumada.

.. no perfume do amor desenho
brotos de esperanças. (Bandys) ♥

domingo, 12 de novembro de 2017

quando cheguei.

2017 - 3 anos
Acessos e encontros
Quando eu falei para Deus que eu me sentia só e precisava de um amigo, primeiro ele me fez preparar o terreno. Semeei flores pelo caminho, plantei o meu jardim. 
Construí alicerces no meu coração e abri a minha alma. 
Deus me mostrou o caminho onde eu poderia encontrar um amigo. 
Eu queria dar o melhor de mim, em busca do calor de uma amizade. Nesta busca eu me senti mais humana e mais flexível. 
Deus abriu as portas para que você pudesse entrar.  
Ele me mostrou o caminho onde eu poderia te encontrar.  
Eu lancei os meus sentimentos e conquistei a sua amizade! E agora eu sei que nunca mais estarei sozinha. 
Porque eu tenho você, meu doce amigo. Meu pequeno Theo, amigo, bagunceiro, levado e carinhoso. 
Sou feliz com a sua presença constante em minha vida.

Quando não posso falar de Deus com você, falo de você pra Deus. (Bandys)♥

domingo, 5 de novembro de 2017


Acordo onde minhas lagrimas adormecem. Meus lábios te sorriem e te beija, embora teu pranto embriague minha alma. Entontecem meus sentidos.. Na dança, anestesiada, faço poesia. Acolho-te no  colo perfeito para o descanso do teu corpo. Nosso soluço mistura-se no ar. Profundo. Calado. Doído. No silencio embalado pelo tempo que não volta, retomamos aos poucos a respiração, a calma necessária, o pulsar dos nossos corações.. Respiramos o mesmo ar. Ocupamos o mesmo espaço... Serenamos nosso desejo.  Suavemente   nossos  lábios  se  tocam, o  sorriso brota... O dia apenas começa espalhado pelos nossos corpos agarrados. Tingido pelo nosso amor.

ando tão inundada de levezas que qualquer vento de ternura me transforma em poesia. (Bandys) 

sábado, 28 de outubro de 2017


Te amo assim
Sem enfeites nem disfarces
sem mascaras ou molduras
ungida pela doçura.

Cabelo escorrido pelos ombros,
olhos brilhantes de alegria e vontades 
bordando nossas metades 
com amor, dança e cumplicidade.

Como se tivesse descido do céu
uma nuvem pintada de véu
que nos envolve (e)ternamente.

..para teus sonhos, dou as minhas asas, 
e renasço deusa todos os dias..(Bandys) ♥

segunda-feira, 16 de outubro de 2017


Eu sou aquela que me permito (re) descobrir; que reconheço a importância de aprender o novo, que abro meu coração para sentir e ouvir...Que permaneço em silêncio, observando os passos da minha mente, as fragrâncias, os lugares escondidos dentro do meu ser... Que ouço e falo... Que sorrio e choro, que fico quieta para absorver, o frescor da noite em meu interior. Sou aquela que vejo amanhecer e que diz sim para a vida, que desperta o amor e que caminha com você. Que tem como esconderijo, meu peito, minha alma. Um abrigo. Nosso. Em paz. Com todas as imperfeições, mas com muito amor. (Bandys)

domingo, 8 de outubro de 2017


Fecundei sentimentos pra unir nossas almas.
Na poesia falei em rimas de amor.
Uni a terra com o céu, fiz nosso mundo.
Transcendi nossos horizontes em versos,
E nossos caminhos se tornaram
O único lugar por onde o amor passeia e brinca.

...nossos olhos se acham em caminhos que se chama amor. 

(Bandys)♥

sexta-feira, 29 de setembro de 2017


Vida em flor
Sonhava um sonho de fadas,
Mas me acordaram gritando.
Descoloriram o céu..
E havia fogos cinzando,
Tinham tomado conta
Queriam as nossas terras
Queriam as nossas vidas
Pra usarem em novas guerras..
Queriam a rebeldia,
Queriam nos drogar..
Queriam um mundo dopado,
Pra mais fácil conquistar
Queriam a sete chaves.

Queriam as forças do além
Mas encontraram as flores.
Que transmitiam o bem..
E as flores reconquistaram
Deram-nos a liberdade.
Tiraram cinzas do céu
E brilhou a claridade.
O mundo já era nosso,
O sorriso iluminou.
As flores viraram vidas,
E a vida floreou.

Nasce todo dia, uma flor no jardim da minha vida.
É a liberdade bordada com gotinhas de amor..(Bandys) 

domingo, 17 de setembro de 2017


Hoje a distância nos brinda com a essência da alma e do amor.
Olhares buscam o horizonte.  Cristais refletem o sol de um coração triste e distante.
Eu queimo minhas asas para proteger teus pés de vidro.
A secura nos lábios é a força do meu grito retalhado com a delicadeza do meu silencio.
Fico sozinha na estação de um trem indócil, cruzes de pedra amortecem a queda, 
em cada gota de saudade, uma nova lua branca se enche no céu.
O pedaço reconstituído de mim refez como carmim.               

O que vai ficar na poesia,  são os laços invisíveis que havia (Bandys)

sábado, 9 de setembro de 2017


Embriagam-me os beijos, os cheiros, os carinhos e os olhos.
Ouço os nossos soluços, os nossos silêncios gritantes.
A despedida desmedida em poesia, escrita em nossos
corpos e mentes... Grudadas em nossas retinas paralisadas,
mesmo distantes.

Encanto dos nossos corpos dançantes,
Sem querer separar-se.
Silêncios e soluços.. Nossos calmantes...
Apenas palavras soltas, cambaleantes.

O beijo silenciado, selando nossas lágrimas.
Ficamos assim, mudos, emocionados, abraçados..
A lua lá fora teimosamente brilhante
Encerra nossa noite errante..

..e sem licença, acertadamente, adormeço
nos braços teus, deliciosamente. (Bandys) ♥

quarta-feira, 30 de agosto de 2017



 Neste dia menina, ponha sua melhor roupa, passe seu melhor perfume, coloque seus mais bonitos brincos, ponha a saia mais leve, aquela de seda, e passeie de mãos dadas com o ar.  Enfeite-se com rosas e ternura. Massageie a alma   com   leves  toques de esperança. E com alma e coração alegres, saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim. Desperte com gosto de morango e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela.

...  E por onde houver alma, deixarei um pedaço de mim. (Bandys)  

segunda-feira, 21 de agosto de 2017


Trago nas mãos
pedaços de tempo
que vou enlaçando,
nos sentidos.
Vestindo,
a memória de lugares
num declive de luz.
A mente
recitando emoções
por vezes felizes
em outras tristes.
  O espírito, espalhado
de sentimentos
ancorando,
a existência
no calor
de um amor.

Peguei meus sorrisos futuros e alegrias pretendidas e as coloquei
num cantinho, bem arrumadinhas. São meus pedaços de tempo esperando brotar. (Bandys)

domingo, 13 de agosto de 2017


 A gente pode decidir por muitos caminhos nesta vida...uns mais fáceis, outros bem mais complicados...e diante de tantas escolhas, é preferível ir prosseguindo pelo caminho das doçuras, dos sorrisos, do olhar mais terno que conseguirmos...indo devagarinho, nas esferas possíveis da esperança, do otimismo, do que desperta o Bem. Então, vamos deixando assim mesmo né? No nosso passinho leve, de quem sabe que daqui só se leva um punhadinho de carinho... um restinho de perfume...um tantinho de sonho...um nadinha de nada ao menos, de emoção...(a.d.)

...um momento de reflexão que reflete o meu momento.(Bandys)♥

quinta-feira, 3 de agosto de 2017


Arde em mim, o desejo de tocar-te com dedos de seda e flor. De adentrar teu silêncio e tua alma, profanando teus segredos, decifrando-os com a minha língua ávida, faminta dos teus sabores.
Arde em mim, o desejo de horas partilhadas, sede e fome saciadas.
Arde em mim, o desejo de buscar-te na noite em que te guardas, arredio, da minha palavra.
Porque começo onde termina o teu silêncio.
E termino onde cala a tua voz.
(M.Monteiro)

...respiro silêncios e encontro teu corpo e tua alma dentro de mim. (Bandys)


domingo, 23 de julho de 2017


Nó na garganta
Nó na garganta
vazio no peito
mãos vazias, nuas
que andam nas ruas
sem encontrar.

Nó na garganta
vazio no peito
vontade de chorar
lágrimas que não
rolam no rosto,
brotam no coração
morrem na alma.

Nó na garganta
vazio no peito
injustiça no mundo
não sei explicar,
Choro, e não consigo parar.

Nó na garganta
vazio no peito
um grito de dor,
dor por não saberem
o que é o amor.

Então eu disse ao mundo no qual eu acreditava, 
que haveria de existir amor em todos os lugares.
 Nem que fosse apenas dentro de mim..(Bandys)♥

terça-feira, 11 de julho de 2017


Hoje quero ouvir o meu silêncio..
Quero escutar meu coração que se rendeu aos meus gritos.
Quero ficar em silêncio para sentir o barulho da lágrima
que nasceu nos meus olhos, passeou pelo meu rosto
brincou pelos meus lábios e se aconchegou no coração.
  
Quero ficar em silêncio para ouvir meu coração voltar...
Quero ficar em silêncio pra pensar em você porque
senti falta de mim. Somente em silêncio.
Quero ficar em silêncio pra sentir minha vida pulsar.
  
...é a lágrima que vem regar o jardim do meu coração.(Bandys)

quinta-feira, 6 de julho de 2017



Quero tua verdade. Quero teu olhar brilhante que cintilam luzes cores do sol. Quero teus lábios crus com gosto de você. Quero sentir o teu cheiro, uma mistura de fragrâncias que só teu corpo sabe criar. Quero ouvir tua voz que transpassa uma alegria suave no sussurra dos meus ouvidos. Quero teu sorriso, uma pintura que reflete toda singularidade do seu criador e que só faz sentido no conjunto da obra. Quero você nu, despido de todos os segredos que a vida lhe impõe e encobre a beleza do teu corpo e de tua alma. Quero sentir teu corpo trêmulo pela paixão contida, querendo expandir e cobrir o meu, e nos entrelaçar numa explosão inefável de prazer e amor. Quero, o que mais quero, é essencialmente você. 

...quero a cumplicidade, a essência e o amor. (Bandys)♥

terça-feira, 27 de junho de 2017


Arde na terra a solidão da lua,
Iluminando meu olhar perdido em nossas histórias!
Entre campinas, abismos, flores e chapadas..
Meus olhos queimam a última lembrança.
Como fogueira em noite de estrelas
Me deito só e com você, com vista para o mundo
Calo fundo meus sonhos, minhas queixas e meus furos.
Mas alço vôo em busca de teus passos, do teu vôo..
Piso descalça na terra do teu corpo
Suave passo, suave gosto, cheiro de mato.
Meu braço laço te lança em segredo ser meu canto,
meu verso, meu soneto, meu amor.
Vem ser poema no árido deserto
Serei oásis, silêncio, festejo
Serei sertão nas horas de aconchego..
Serei silêncio no grito de amor.
...serei pra ti todos os desejos que existem em mim...
serás para mim meu único desejo e fim! (Bandys) 

sábado, 17 de junho de 2017


Queria escrever um poema,

despida de memórias

vestida de vida.

Do remanso das águas,


do amor e da dor

das mãos cheias de nada

Das casas desabitadas,


dos medos...dos segredos...da flor solicitada.

Queria tanto escrever um poema...que vestisse de luz a madrugada. 


E deixar a menina dos meus olhos, cirandar nos corredores da minha alma. (Bandys)♥

domingo, 11 de junho de 2017


Nós somos como o dia e a noite.Como o salgado e o doce.
Como a vida e a morte. Somos contrapostos, que se completam.
Somos os Alfa e o Omega. Somos o amor. O amor delicado...
Felizes aqueles que conseguem encontrar o  amor.
Feliz sou porque encontrei o verdadeiro amor em você.
Assim tão de repente. Sem querer.
Um momento foi o suficiente pra você invadir a minha vida.
Te amo pelo que você é, te amo porque não é.
Deixei aberto o que  está vivo em mim. Tenho sons na alma que são capazes
De cantar tão alto quanto seja possível e por todo canto que eu olho,
vejo o quanto isto é tão teu, o tanto que isto é tão valioso dentro de mim. 

 apenas existe, por você existir em mim. É amor que invade quem vive,
 é vida que vibra quando se permite existir. (Bandys)♥

domingo, 28 de maio de 2017


Esse brilho não se espalha e nem é visto por quem te vê, porque ele é de mim para você. Como o amor que se entrega a poucos, aos poucos que entendem o que é viver.
E se acaso ainda quiseres, saiba que de minha pele não transpassa o peito que fere, não são fadas nem mulheres, é só você e o sonho todo que lhe dei, um carinho simples e pequeno, que no meu coração aninhei. Sou a tua língua, a tua voz e o teu silencio.


...nenhuma palavra me daria plenamente o que o toque dos lábios me faz sentir mansamente. (Bandys)

domingo, 21 de maio de 2017


A madrugada vem de mansinho,
Chega pela janela entra devagarzinho
Deita na minha cama, me abraça com carinho
Não quer mais me largar.

Toma conta de mim, do meu corpo
Traz brilho, silêncio e sonho
Uma vontade louca de amar...

Ficamos assim sozinhas, eu e a madrugada
Abraçadas, laçadas, caladas...
Até o dia raiar.
 ...existem madrugadas que meus sentidos vagam soltos e meu silêncio adormece na loucura da minha vontade. 
 (Bandys)

quarta-feira, 10 de maio de 2017


Sou luz e escuridão.
Sou tudo e nada sou, 
Sou céu e sou chão
Sou porto e solidão.
Sou a noite e sou o dia
Sou teus sonhos e fantasias.
(Bandys)